A ESTATÍSTICA NO BLOG


Na última crônica que fiz pra meus blogs, falava do ofício árduo que um escritor de blog passa em fazer seus escritos, para depois esperar que algum leitor passe os olhos e lhe provoque uma grande satisfação, em saber que foi lido, interpretado e digerido. Quando isso acontece é como se a gente marcasse um gol, um gol de placa!
.
Eu também sou leitor e faço meu papel de valorizar quem escreve. Todo vez que visito um blog de algum amigo, faço questão de deixar minha mensagem, pelo o popular, mas não tão usado, o comentário. É interessante que o reflexo é imediato: eu escrevo e horas depois tá lá no meu blog a resposta de quem foi visitado. Penso: a sensação que o colega passa em vê na sua postagem, um recado... É gratificante, além de mexer no ego daquele escritor, e, assim, estimular as novas criações literárias. Quem já experimentou não esquece! A grande tristeza é que pelos comentários postados – ainda poucos, mascaram uma realidade, que provoca um grande vazio com um imenso poder de desestimular quem escreve e gosta de produzir textos de qualquer tipo.
.
De uns tempos pra cá, o blogspot criou uma seção na sua plataforma, a estatísticas. Por sinal, bem completa. Graças a ela é que passo aos meus colunistas a freqüência de visitas das suas referidas postagens. Por exemplo, a coluna da Gata Miau-au recebeu 80 visitações com apenas dois comentário. Ou seja, a realidade totalmente sem sentido se for avaliar somente pelo comentário de cada publicação.
.
Recentemente, a crônica do mês (outubro) Sentimento “Animal” , em poucos dias de postada teve um boom de visitação com 17 leitores e a tendência é crescer ainda mais.
.
Achei super útil essa seção, pois serve de alento ao escritor que fica sabendo, de uma forma indireta infelizmente, pois a graça seria se fosse pelos comentários a respeito dos seus escritos. Ás vezes pra escrever é grande processo, levamos horas... E com ajuda do computador, melhorou bastante, pois antigamente era a máquina de escrever, a gente perdia horas, a correção de uma única palavra dava um trabalhão. Era um tal de passar a borracha tentando apagar o erro e com isso, nossa linha de pensamento ia embora... Ô sofrimento. Peguei isso tudo.
.
Outra coisa interessante também é que de agora em diante temos a opção das postagens mais visitadas (no mesmo lado da colunas/índece - 3º coluna), onde o público vai puder saber das 10 postagens que teveram a apreciação popular. Estimulando o leitor na sua curiosidade de conhecer o texto que levou a ficar no ranking dos mais lidos.
.
Leitores valorizem nossos escritores, em qualquer lugar que você os encontre e arranje um jeito dele saber que você viu e leu seu ponto de vista materializado em textos. Eles ficaram muito agradecidos.

1 comentários:

Rutha/Pink/Barum/Luna disse...

Só posso dizer que ter um blog, escrever sobre o que se ama e receber comentários é viciante ! Acho que não vivo mais sem tudo isso.
O seu blog serve para conscientizar as pessoas sobre o descaso com os animais e também como ajudar, portanto é de leitura indispensável ! Nem sempre é fácil escrever um comentário quando lemos um post como o da história da Pedra, mas ele toca nosso coração e percebemos que ainda existem pessoas boas no mundo, infelizmente também existem pessoas muito más, mas estas pagarão por tudo que fizeram um dia.
Coloquei uma referência ao seu blog no meu post de hoje.
Beijos
Laís

Postar um comentário