FILHOS, MAS NEM TANTO




Não acho errado quando muitos donos de animais de estimação dizem que eles são seus “filhos”, pois eu também falo isso em relação à minha poodle, Billie. Mas acho que isso, às vezes, passa um pouco do limite. São nossos “filhos” pelo amor, dedicação, carinho mútuos, mas não podemos esquecer que são animais. O que acho que passa do limite? Acho que passa do limite, quando certos donos, colocam roupinhas, jóias, pintam as unhas, calçam sapatinhos nos seus bichinhos.
Animal não precisa nada disso para ser feliz. Isso quem gosta são os seres humanos. Quer “enfeitar” um pouco seu bichinho, coloca um lacinho, uma gravatinha. Isso se eles aceitarem, pois, a minha nunca gostou de nenhum enfeite, eu respeito e já aviso no pet shop que não coloquem lacinho.
Quer deixar ele mais aquecido em dias mais frios. Deixa ele em casa protegido, ou se quer levar ele para a rua, leve no colo coberto por um pano limpo.
Está calor, vai sair com ele para dar para dar um passeio num parque ou mesmo na rua, tenha paciência de lavar suas patinhas quando voltar para casa. Mas, não façam dos seus “filhos” de quatro patas” brinquedinhos, bonecos que vocês vestem e calçam. Eles, com certeza, não se sentem à vontade, pois vai de encontro à natureza deles.
Eu tenho o “trabalho” toda vez que saio com a minha, de explicar aos outros que ela é fêmea, por dois motivos: primeiro o nome Billie (todos dizem que é de macho) aí digo que Billie é fêmea e Billy é macho, e segundo porque ela não usa enfeite.
Se ela é feliz assim? É sim. Pois não falta a ela comida, água, proteção e carinho, muito carinho e amor.
Pensem nisso, antes de colocarem tantos “disfarces” em seus bichinhos, ok?

Com base nesses exemplos esperamos muitas mudanças.




1 comentários:

Blog da Rutha disse...

Concordo com você, as pessoas exageram demais. Pra mim o pior é colar lacinhos e brilhinhos com cola quente ! Ou puxar os pelos dos bichinhos e colocar elástico, dói até em mim quando vejo isso. Ninguém pensa nas necessidades dos peludos é apenas para exibição.
Mas eu acho que o comércio para animais vai piorar a cada dia e não duvido que comecem a furar as orelhas das cachorrinhas para colocar brinco...
Beijos
Laís

Postar um comentário