SOBROU PARA OS PITBULLS


Se tratando do Brasil, um país vacilão com seu povo, a tendência é que os pitbulls daqui continuem passar os dentes na gente por muito tempo. Ê classe política que não se preocupa com isso... Se faz necessário e urgente tomar providências para essa raça de cão. É pra já!

Tudo bem, vou achar um monte de pessoas radicalmente contra em banir essse tipo de cão da "face da terra", mas a verdade é que eles são um perigo e risco de morte na vida de qualquer pessoa.
.
Eu sei que se trata de mais uma injustica feita por nós aos pitbulls,
raça desenvolvida para viver e se nutrir da violência. Violência esta que pode levar ao óbito e ninguem, principalmente nosso governo, pensa em tormar providência para nossa proteção.
.
Se fosse aqui no Brasil precisava prender também seus donos, os verdadeiros culpados por atitude como essa, de impedir criar tal raça pelo mundo.
O certo seria ter uma lei pautada pela educação ou reeducação de como cuidar, tratar psicologicamente o comportamento do animal (existem muito animal com transtorno desse tipo) e certas situações, como o ataque do cão nas pessoas. Um programa de governo de edução animal para os cães e seus donos. Isto era o ideal a se fazer.
.
Mas o grande problema disso é a educação, formadora das boas atitudes dos indivíduos, e que muitos deles (donos de cães e principalmente dos pitbulls) não tem e nunca fez questão de ter. Parecem até ser o próprio animal.
Eles querem é desfilar com seu "PIT-RAIVOSO" a latir, a mostrar toda violência e força de seu corpo e de seus dentes, levando pavor e medo as pessoas. Isso sim tem graça e não precisa de nenhuma educação. Brincadeira...
.
Cães da raça pit bull estão proibidos na Venezuela a partir de 2015
.
Os cães da raça pit bull estarão impedidos de viver na Venezuela, a partir do dia 31 de dezembro de 2014. É o que diz a Lei de Proteção de Animais Domésticos, que entrou em vigor em janeiro e prevê que ninguém poderá ter um exemplar da raça.
Protetores dos animais estão lutando para que esse dispositivo seja retirado da lei. “A Lei de Proteção deve tentar corrigir o ser humano para proteger os animais domésticos e, infelizmente, não é o que está acontecendo. A solução não é exterminar os pit bulls, mas punir aqueles que não lhes dão uma boa educação e promovem as rinhas de cães”, disse Lilibel De Matos, diretora da ONG Zooikos.
A lei estipula que cada tutor de um pit bull deve registrá-lo junto às autoridades municipais, e também especifica que os cães devem “ser mantidos permanentemente em cativeiro”. A partir de 31 de dezembro de 2014 fica “proibida a guarda desses animais”.
“Queremos saber o que será feito em 2014 com os pit bulls que estão vivos”, perguntou Lilibel De Matos.
A presidente da Associação para a Defesa dos Animais, Cristina Camilloni, acredita que, “para um animal, a vida em cativeiro, entre outras coisas, é cruel. Queremos uma lei macro, para defender todos os animais, de espécies diferentes, de modo que cada dia se promova o sentimento humano e o espírito de solidariedade para com todos os seres vivos”, finalizou.
.
Fonte: ANDA - Agência de Notícias de Direitos Animais



Category: 2 comentários

2 comentários:

cristiano fernandes disse...

vc quer ver isso mudar sao os donos de animais agrecivos pagarem como crime isto e a cura pro mau pq qualquer cachorro pode morder e matar basta ser grande para o estrago ser maior agora mesmo depois de 8 anos com minha pittbull estou sendo obrigado deichala en republica dominicana porque essa rassa e conciderada perigosa ela tem 15 dias en uma clinica mais pela falta da sua familia ja emagreceu 8 kilos ,esses animais sao muito apegados aos seus donos por isso agenm como tal e uma tristeza agora mesmo para meus filhos que ainda nao sabem que sua chorra nao vira pro brasil,ainda mais sabendo eles que ela vai morrer ou por sacrifico ou por depressao

cristiano fernandes disse...

por isso e pelo trauma nao terei mais ate o fim da minha vida nenhum animal de estimacao ja que somente gosto de animais de medio porte

Postar um comentário